DAPesquisa – CEART 2009

Os Cenários Moventes da Sonata para Flauta,Viola e Harpa de Claude
Debussy: considerações analíticas.

Acácio Tadeu de Camargo Piedade
Menan Medeiros Duwe

Resumo:
Neste artigo examinaremos a Sonata para flauta, viola e harpa de Claude Debussy, composta em 1915, obra da fase tardia do compositor. O artigo inicia com uma contextualização histórica na qual procuraremos retratar o compositor nesta sua última fase. Em seguida, apresentaremos uma análise do segundo movimento da sonata, Interlude. A análise leva em conta forma,harmonia, motivos e andamentos, e também adapta alguns elementos da teoria cinematográfica no sentido de compreender a música de Debussy.

http://www.ceart.udesc.br/revista_dapesquisa/volume4/numero1/musica/oscenariosmoventes.pdf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s